Peeling Glicolizado Clareador

O que é o Peeling de Ácido Glicólico ?

estetica-facial+peeling-quimico-facial+(01)O Ácido Glicólico é um dos ácidos mais conhecidos dos chamados ácido alfa-hidróxi acético (AHA), utilizado na composição de peelings químicos com ação superficial e média dependendo da concentração e quantidade utilizada. Por ser derivado da cana-de-açúcar, pode ser considerado um produto natural.

O Peeling de Ácido Glicólico consiste na aplicação desse ácido sobre a pele, com a finalidade de produzir uma renovação das camadas superficiais, promovendo uma descamação suave e progressiva da derme e epiderme (dependendo da concentração utilizada), além de estimular a formação de colágeno e de fibras próprias da pele.

Uma das principais vantagens do Peeling Ácido Glicólico é não ter restrições quanto à exposição ao sol, quando comparado aos outros ácidos. Dessa forma, ele é indicado para ser feito em qualquer estação do ano.

Indicações

O Peeling de Ácido Glicólico atua na parte superficial da pele, portanto é indicado para acabar com as manchas solares, sequelas de acne ou marcas de fotoenvelhecimento leve.

É utilizado também no tratamento para estrias recentes e também mais antigas com maior número de sessões.

Como funciona?

Preparação pré-peeling: O tratamento inicia dias antes do tratamento com a aplicação de cremes tópicos pré-peeling (cosmiatria) a base de ácidos indicados sob prescrição médica, a fim de otimizar os resultados do procedimento.

Pode também ser combinado com peeling de cristal por microdermoabrasão ou peeling de diamante a fim de preparar a pele antes da aplicação do ácido.

Aplicação: A aplicação desse peeling pode ser de até 50% (profundidade superficial) e até 70% (profundidade média) e por se tratar de um peeling químico de alta concentração, sua aplicação é realizada apenas por médicos em consultório. É iniciada por uma limpeza cuidadosa da região e então aplicada a solução química em pequenas áreas da pele por um tempo aproximado de 10 a 25 minutos,conforme o caso.

O Peeling de Ácido Glicólico tem um alto grau de tolerância, o que minimiza o risco de efeitos secundários possíveis.

Pós Peeling: Após o peeling, a pele fica geralmente avermelhada e bastante sensível, desaparecendo após alguns dias, havendo também descamação do 2º até aproximadamente o 5º dia, porém em peelings de profundidade média o tempo de recuperação é maior.

Após o peeling é importante evitar a exposição excessiva ao sol, principalmente no caso de profundidades maiores, uma vez que a nova pele é frágil e mais suscetível a complicações. É necessário fazer uso de protetor solar com aplicações diárias de pelo menos 3 vezes ao dia, além de cremes tópicos pós-peeling (cosmiatria) e medicação indicada pelo médico para a recuperação da pele.

Número de Sessões

Para que o efeito desejado seja alcançado, é necessário fazer várias uma média de seis a dez sessões. Quem deseja minimizar o problema das estrias bem antigas, devem elevar essa frequência para até 20 vezes. O intervalo entre uma e outra é de cerca de cinco dias.

Avaliação e Valores

Somente sob consulta médica