Home » Celulite » O que causa a celulite?

O que causa a celulite?

Celulite: um mal que aflige grande parte do público feminino. Caracterizada por pequenos furos e depressões na pele, a celulite pode afetar a autoestima e a vida social de uma mulher. Para piorar, mesmo quem não sofre com este problema durante os primeiros 30 anos de vida, tem grande probabilidade de tê-lo mais tarde – 95% das mulheres apresenta celulite na fase adulta. Entenda, neste post, o que causa estes indesejados furinhos e descubra quais são os procedimentos estéticos indicados para tratar o problema!

Saiba mais sobre a celulite

O que causa a celulite

Para aprender a como evitar a celulite, é importante saber o que causa o problema. Quando a pele acumula água, gordura e toxina em suas células, são formadas as pequenas depressões na superfície cutânea que caracterizam a celulite. Podemos resumir a celulite como um excesso de gordura em determinadas partes do corpo. Você sabe por que este é um problema muito mais comum nas mulheres? Simples, a culpa é do estrogênio, hormônio feminino que estimula a retenção de líquidos no corpo. Também é este hormônio que faz com que a maior parte da gordura se acumule nos glúteos e coxas, principais áreas em que a celulite aparece.

Mas o que causa esse acumulo de gordura? Existem muitos possíveis fatores! Entre os mais comuns estão as alterações de peso, o uso de anticoncepcionais, a má circulação sanguínea e fatores externos como a má alimentação, o cigarro e o estresse. Geralmente, a celulite é formada por uma união de três elementos – alto índice de gordura corporal, alterações na microcirculação e a ação do estrogênio. Fatores genéticos podem contribuir para agravar o problema.

A celulite pode aparecer em diferentes intensidades: leve (quando é preciso apertar a pele para visualizar os furinhos), moderada (quando as depressões são levemente aparentes mesmo quando a área não é pressionada) e grave (quando os nódulos são bem profundos e visíveis, mesmo com a pele esticada, algumas vezes podem ser dolorosos). Na verdade, se formos falar tecnicamente, existem graus de celulite do I ao IV e cada um deles merece um tipo de cuidado muito especial. Então, não falamos em soluções globais, mas soluções para cada tipo de celulite. Por isso procure a melhor clínica de estética e de sua confiança para realizar o tratamento.

Tratamentos estéticos recomendados

Hábitos saudáveis ajudam a prevenir o aparecimento da celulite. Uma boa alimentação e a prática frequente de exercícios físicos são bons exemplos de atitudes que ajudam a evitar o acúmulo de gordura nas células do corpo. Mas o que fazer quando estes furinhos aparecem? Como eliminar as depressões que já surgiram na pele? Para isso existem os procedimentos estéticos específicos para diminuir o aspecto conhecido como “casca de laranja”, causado pela celulite. Saiba mais sobre dois deles:

Power Shape Platform

Este procedimento é eficaz na redução da gordura localizada, portanto, ideal para tratar a celulite. Durante as sessões, indolores, é usado um aparelho que emite ondas eletromagnéticas que estimulam a produção de colágeno e de elastina – duas substâncias essenciais para a firmeza da pele. Além disso, as ondas são eficientes em aumentar a circulação sanguínea da região. É um tratamento altamente indicado para quem apresenta celulite leve ou moderada. Este tratamento associa o Ultrassom Cavitacional, a Radiofrequência Multipolar e o Sistema Pneumático de Endermologia, que são procedimentos que também podem ser feitos separadamente para tratar a celulite.

Criolipólise

Este é um procedimento que busca eliminar a gordura localizada com o uso de baixas temperaturas. Durante as sessões de criolipólise, um aparelho é utilizado para congelar as células de gordura, que são rompidas e eliminadas naturalmente em seguida.

Quer conhecer mais procedimentos para combater a celulite? Visite nosso site!

Notícias Relacionadas


terça-feira, 4 de agosto de 2015 | Celulite, Estética Corporal, Novidades


Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

*