ESCLEROTERAPIA - VITACLIN


Escleroterapia

VitaclinEstética CorporalEscleroterapia

Escleroterapia

A Escleroterapia é um tratamento pouco invasivo para tratar varizes. Como funciona? Uma solução injetada diretamente nas veias afetadas as faz encolher e eventualmente desaparecer.
ProcedimentoEsse é o procedimento mais comum e recomendado para tratar as varizes e consiste na aplicação de uma solução dentro da veia, isso faz com que elas inchem e selem, interrompendo o seu fluxo sanguíneo.
ResultadoApós o tratamento com Escleroterapia, a veia tratada tende a desaparecer ao longo de algumas semanas e, por isso, pode ser preciso até um mês para observar o resultado final.
Experiência VitaclinCom mais de 20 anos de experiência a Vitaclin possui conhecimento e experiência para realizar procedimentos como a Escleroterapia.
Sensação de dorNa Escleroterapia, utiliza-se uma agulha muito fina e fina para injetar uma solução esclerosante estéril nas veias aparentes. O procedimento pode causar um pouco de dor e desconforto.
AvaliaçãoRealize avaliação gratuita com nossos especialistas, para determinar qual a quantidade de sessões que deverão ser realizadas, para obter excelentes resultados.
Antes e DepoisRealizando seu procedimento com a VItaclin, você pode acompanhar a evolução do procedimento com o nosso registro fotográfico, realizado após cada sessão.

ESCLEROTERAPIA

Escleroterapia

Muitas mulheres sofrem com vasinhos e varizes aparentes em suas pernas, o que causam certo incômodo. Existem diversos tratamentos que tem como objetivo pôr um fim nesse problema, um deles é a Escleroterapia. Esse é o procedimento mais comum e recomendado para tratar as varizes e consiste na aplicação de uma solução dentro da veia, isso faz com que elas inchem e selem, interrompendo o seu fluxo sanguíneo.

Informações Gerais

O que é a Escleroterapia?

A Escleroterapia é uma técnica não cirúrgica usada para tratar os vasinhos da perna e as varizes. O procedimento consiste na aplicação ou injeção de uma substância esclerosante que provoca a formação de uma cicatriz na veia varicosa, obstruindo a circulação sanguínea no local. O sangue é então obrigado a buscar novas veias para voltar a fluir naquela área. O resultado é o desaparecimento da varicose e uma melhora do aspecto estético.

Para que serve a Escleroterapia?

O objetivo do tratamento da Escleroterapia é provocar uma reação inflamatória na veia doente, gerando um cordão fibrótico e uma consequente absorção pelo organismo. O procedimento pode ser feito através de injeção de líquido, espuma ou laser, aplicado sobre a veia, causando uma alteração nas células do vaso e eliminando-o.

Informações Gerais

Quais partes do corpo podem ser tratadas com a Escleroterapia?

A Escleroterapia é usada para melhorar a aparência estética das veias da aranha e aliviar alguns dos sintomas associados a elas, que incluem dor, queimação, inchaço e cólicas noturnas. É o principal tratamento para pequenas varizes nas pernas. Além delas, vasos aparentes em braços, tronco e pescoço podem ser tratados com esta técnica.

Tratamento

Quais os tipos de Escleroterapia?

Tratamento

Existem quatro tipos principais de Escleroterapia, que podem variar de acordo com a forma como é feita a destruição das veias. Confira quais são: 

Escleroterapia convencional: conhecida como Escleroterapia por injeção, é usada especialmente para tratar vasinhos e pequenas varizes. É realizada através da injeção de substâncias químicas esclerosantes, como o polidocanol e a glicose hipertônica, por meio de uma pequena e fina agulha diretamente na veia, o que causa irritação e inflamação do vaso, resultando em cicatrizes que acabam fechando-o;

Crioescleroterapia: o procedimento realizado é semelhante ao da Escleroterapia convencional, porém a substância injetada é resfriada, visando provocar um resultado mais rápido, com menos possibilidade de ocorrência de hematomas e com menos dor que na técnica convencional.

Escleroterapia laser: técnica mais usada para eliminar vasinhos do rosto, tronco e pernas. Neste tipo, o especialista utiliza um pequeno laser para aumentar a temperatura do vaso e causar sua destruição;

Escleroterapia com espuma: este tipo é mais usado em varizes grossas. Para isso, o médico injeta uma pequena quantidade de espuma de dióxido de carbono que irrita a veia, fazendo com que desenvolva cicatrizes e fique mais disfarçada na pele.

O tipo de Escleroterapia deve ser discutido com o médico angiologista ou dermatologista, pois é importante avaliar todas as características da pele e da própria veia, para escolher o tipo com melhor resultado para cada caso.

Qual equipamento é utilizado na Escleroterapia?

Na Escleroterapia, utiliza-se uma agulha muito pequena e fina para injetar uma solução esclerosante estéril nas veias aparentes ou o laser.

Como funciona a Escleroterapia?

Quando a solução esclerosante é injetada diretamente nas veias varicosas ou aranha, irrita a camada venosa, causando inchaço e aderência. Com o passar do tempo, o vaso se transforma em tecido cicatricial que desaparece.

Como é realizada Escleroterapia?

Tratamento

Com o uso de uma agulha muito fina, o especialista injeta a solução solvente nas veias, varizes e aranhas. À medida que o procedimento continua, uma leve sensação de queimação ocorre. O número de veias tratadas em uma sessão varia e depende do tamanho e do local delas.

O procedimento geralmente é realizado em 30 a 45 minutos, em pacientes ambulatoriais. No entanto, alguns podem precisar de hospitalização após o procedimento. O médico responsável orientará como vai ser efetuado o tratamento de acordo com cada caso.

Quais a reações após a Escleroterapia?

O paciente pode sentir certos efeitos colaterais após a Escleroterapia. Varizes maiores que foram injetadas podem tornar-se volumosas e/ou duras por vários meses antes de sumirem. Áreas vermelhas elevadas podem aparecer nos locais da injeção e devem desaparecer dentro de alguns dias.

Geralmente, as veias da aranha respondem à Escleroterapia no período de três a seis semanas, e as maiores entre três e quatro meses. Se elas respondem ao tratamento, não reaparecem. No entanto, novas veias podem ocorrer com o tempo e, se necessário, devem receber injeções adicionais.

Quais os benefícios da Escleroterapia?

As microvarizes e as aranhas resultam de veias enfraquecidas ou danificadas e podem, também, resultar de fatores hormonais, exposição ao sol ou traumatismos. A Escleroterapia funciona muito bem na maioria dos casos. Cada sessão normalmente resulta na remoção de 50 a 80% das veias tratadas.

Tratamento

Que cuidados se deve ter ao realizar a Escleroterapia?

Os cuidados na Escleroterapia devem ser adotados antes e depois do procedimento. No dia anterior, deve-se evitar fazer a depilação ou usar cremes no local onde vai ser feito o tratamento. É recomendável usar roupas confortáveis no dia da aplicação.

Após a Escleroterapia, deve ser usada uma meia de compressão elástica durante o dia, por pelo menos duas a três semanas; não fazer depilação nas primeiras 24 horas; evitar exercício físico exaustivo durante duas semanas, e a exposição solar por, pelo menos, duas semanas.

Apesar do tratamento ser eficaz, a Escleroterapia não impede a formação de novas varizes, e, por isso se não existirem cuidados gerais como usar sempre a meia elástica e evitar permanecer muito tempo de pé ou sentado, outras varizes poderão aparecer.

Quantas sessões de Escleroterapia são recomendadas?

O número de sessões de Escleroterapia varia bastante de acordo com cada caso. Para alguns pode ser necessário apenas uma sessão, enquanto outros precisam fazer outras até obter o resultado pretendido. Quanto mais grossa e visível a varize a tratar, maior será o número de sessões. Após o tratamento com Escleroterapia, a veia tratada tende a desaparecer ao longo de algumas semanas e, por isso, pode ser preciso até um mês para observar o resultado final. Este procedimento pode também ser usado em outros casos de veias dilatadas, como hemorroidas ou hidrocele, por exemplo, embora seja mais raro.

Quais as contraindicações da Escleroterapia?

Grávidas, lactantes ou pessoas acamadas não podem fazer a Escleroteparia. É necessário esperar pelo menos três meses após o parto para poder fazer esse procedimento. Doenças recentes, condição médica, alergias e medicamentos que o paciente estiver tomando, incluindo suplementos de ervas e aspirina, podem impedir o tratamento com Escleroterapia.

Quais profissionais podem realizar a Escleroterapia?

A Escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista, biomédicos, fisioterapeutas para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes.

Vale a pena investir na Escleroterapia para resolver o problema?

A Escleroterapia pode ser realizada por diversas pessoas, inclusive pra pessoas idosas e paciente obesos, isso porque os riscos que o procedimento oferece são muito baixos quando realizado por um profissional especializado.

Tratamento

Indicações

A Escleroterapia é indicada para o tratamento das varizes, prevenção de possíveis complicações das varizes, para melhorar os sintomas associados às varizes e vasinho, e a aparência estética.

Perguntas Frequentes

Como devo me preparar para a Escleroterapia?

Listar alergias, principalmente anestésicos locais, anestesia geral ou materiais de contraste são importante. A suplementação de ferro não é indicada para quem vai fazer o procedimento.

Existem riscos com a escleroterapia?

Qualquer procedimento em que é aplicado algo dentro da pele traz um risco de infecção. A possibilidade da necessidade de tratamento com antibióticos ocorre em menos de um em mil pacientes. Os riscos incluem a formação de coágulos sanguíneos nas veias, inflamação grave, reações alérgicas adversas à solução esclerosante e lesões na pele que podem deixar uma cicatriz pequena, mas permanente.

Quais são as limitações da escleroterapia?

As varizes grandes não respondem tão bem quanto as pequenas à Escleroterapia. Algumas pessoas (menos de 10%) que se submetem à técnica não respondem às injeções. Nesses casos, podem ser feitas tentativas com soluções diferentes ou com outros métodos, como terapia com laser na pele.

Como funciona o laser vascular para varizes?

A luz do laser quanto atinge o vaso, pelo calor, o danifica. Com a sua coagulação geralmente o faz desaparecer instantaneamente. Existem diferentes tipos de laser vascular, o uso de cada um deles depende do tamanho e profundidade dos vasos a serem tratados e pode ser necessário combinar vários deles para o tratamento do mesmo paciente. Além disso, para um tratamento correto, é necessário levar em consideração outros fatores, como fototipo, espessura da pele, entre outros.

Os vasinhos e as varizes podem voltar?

Os vasinhos e as varizes tratadas com a Escleroterapia raramente voltam a surgir, no entanto, como este tratamento não trata a causa das varizes, como o estilo de vida ou o excesso de peso, novas varizes e vasinhos podem surgir em outros locais da pele.

É verdade que o outono e o inverno são as melhores épocas para tratar as varizes e os vasinhos?

Sim. No outono e no inverno a exposição das pernas é muito menor o que evita a exposição aos raios solares - prejudicial à recuperação da pele após as aplicações para vasinhos e para as pequenas cicatrizes após, a cirurgia para varizes. Além disso, durante o período de recuperação após os procedimentos, a pele da perna pode apresentar manchas roxas e outras alterações desagradáveis temporariamente. Com o frio, as pernas estarão necessariamente cobertas e protegidas (durante o tratamento e recuperação). E ainda, o uso (quando necessário) de meias elásticas de compressão é mais confortável.

Perguntas Frequentes

Pessoas com pele bronzeada devem evitar fazer o tratamento para vasinhos com laser?

Sim. A luz do laser utilizado no tratamento dos vasinhos é mais absorvida pelo pigmento vermelho do sangue (hemoglobina) do que pelo pigmento que dá cor à pele (melanina). Porém, quando a melanina está em grande quantidade ela pode absorver uma parte dessa luz, levando a aumento de temperatura e queimaduras da pele. Portanto, peles bronzeadas, morenas e negras têm maior propensão a complicações como essas no tratamento com laser. Nesses casos, geralmente o médico precisa usar uma potência menor na máquina de laser ou até contraindicar o procedimento.

Por que fazer na Vitaclin

A Vitaclin oferece toda a segurança e conforto ao seus pacientes ao realizar a Escleroterapia. Antes de se submeter ao procedimentos, os profissionais qualificados avaliam o seu histórico e fazem exames físicos, para estabelecer a melhor estratégia de tratamento, e orientam ainda sobre os cuidados que devem ser tomados antes e depois da técnica. A Vitaclin atua há 23 anos no mercado da estética e sabe quais as principais dúvidas e preocupações de seus clientes.

 

 







ATENDIMENTO ON-LINE LIGUE AGORALIGUE AGORA 41 3026.2626
AGENDE SUA AVALIAÇÃO GRÁTIS

Agende sua Avaliação Grátis e saiba mais sobre estes e outros tratamentos de Estética Avançada Vitaclin.



RECEBA NOSSAS NOVIDADES E OFERTAS


Receba nossas
novidades e ofertas




MAIS BUSCADOS

Limpeza de pele por hidrossucção
Toxina Botulínica
Peeling de Ácido Retinóico
Celulite
Acne
Depilação a Laser
Gordura na Axila
Carboxiterapia

MAIS ACESSADOS

Vita Lipo
Preenchimento com Ácido...
Estrias
Calvície tem Solução na...
Rugas
Luz Pulsada
Escleroterapia
Mesoterapia

PROCEDIMENTOS

Estética Facial
Estética Corporal
Spa/Massagem
Depilação a laser

INSTITUCIONAL

Sobre Nós
Fale Conosco

AVALIAÇÃO GRATUITA

41 3026.2626
41 98777.0003


Av Sete de Setembro, 5881 Batel, Curitiba - PR