VASINHOS - VITACLIN

Vasinhos

VitaclinEstética CorporalVasinhos

Vasinhos

Você sabe o que é vasinhos na perna? Conhece as principais causas para o problema? Saiba mais sobre o tema acompanhando a leitura!

Informações básicas

Vasinhos

• O que são vasinhos na perna?

Os vasinhos na perna são ramos com sangue retido, que possuem uma coloração avermelhada ou arroxeada. Esses ramos ficam visíveis porque as suas paredes são parcialmente transparentes.

A principal causa para o aparecimento dos vasinhos na perna é a pressão exercida sobre os vasos sanguíneos que ficam presentes nas camadas mais superficiais da pele, causando a dilatação das paredes.

É possível citar como exemplo alguns dos fatores que podem contribuir para o aparecimento dos vasinhos na perna. Entre eles, destacam-se: hereditariedade, idade e o sexo.

Em relação à idade, pessoas com mais de 30 anos possuem mais chances de desenvolver vasinhos na perna. Isso acontece porque ocorre um desgaste nas válvulas que fazem o sangue voltar de uma região inferior para o coração.

Quando o sangue não é bombeado adequadamente de volta ao coração, acontece um refluxo que prejudica a circulação, fazendo com que mais sangue se acumule e dilate as veias das pernas.

A incidência de casos de vasinhos na perna de mulheres é maior do que entre os homens. Esse fato pode ser explicado porque os hormônios produzidos durante a menstruação, gravidez e menopausa contribuem para o desenvolvimento dos vasos.

Apesar de causar transtornos estéticos e afetar a autoestima dos pacientes, a maioria dos casos de vasinhos na perna é assintomática e benigna. Ou seja, não apresenta relação com problemas de saúde mais graves.

Sobre o tratamento

Vasinhos

• Qual o principal tratamento indicado para vasinhos na perna?

Um dos principais tratamentos indicados para o controle dos vasinhos na perna é a secagem dos vasinhos. O tratamento consiste na aplicação de glicose ou polidocanol sobre a veia, que acaba fechando.

• O que é secagem de vasinhos?

A secagem de vasinhos na perna também é conhecida como escleroterapia e procedimento estético injetável para microvasos (PEIM). O procedimento é realizado com a aplicação de glicose sob a pele, na veia dilatada.

O procedimento é bastante benéfico. Além de reduzir a dilatação das veias causadoras dos vasinhos na perna, é um tratamento seguro, eficaz e que pode ser realizado em qualquer tipo de pele, em todas as estações do ano.

Uma sessão de secagem de vasinhos tem duração média de 30 minutos. Na maioria dos casos, são indicadas até 10 sessões para que seja observado um resultado mais complexo.

No entanto, o grau e a quantidade dos vasinhos na perna podem influenciar esse número. Entre uma sessão e outra, é preciso respeitar um intervalo de 10 semanas, de acordo com a recomendação médica.

O paciente submetido à secagem de vasinhos não fica comprometido e pode retornar suas atividades logo em seguida. Apesar disso, é preciso evitar a prática de exercícios físicos por pelo menos 24 horas e utilizar filtro solar.

• Como funciona o tratamento de secagem de vasinhos?

Para a realização da secagem de vasinhos na perna, o profissional responsável utiliza uma agulha extremamente fina. Com essa agulha, o profissional executa a aplicação de um produto esclerosante dentro dos vasos.

O medicamento aplicado nos vasinhos presentes nas pernas promove a destruição das células que compõem as paredes desses vasos. Dessa forma, eles ficam entupidos e acabam sendo absorvidos.

• Tipos de escleroterapia: com glicose, a laser e com espuma

Vasinhos

A escleroterapia é um tratamento que pode ser aplicado, basicamente, de três formas distintas: a escleroterapia com glicose, a escleroterapia a laser e a escleroterapia com espuma.

A escleroterapia com injeção é um dos métodos mais comuns. O procedimento é realizado com a aplicação de glicose diretamente nas veias. A injeção causa irritação e inflamação nas veias, que cicatrizam e diminuem de tamanho.

A escleroterapia a laser, por sua vez, é uma técnica utilizada especialmente nos casos de vasinhos no rosto, tronco e pernas. Nesse procedimento, o profissional responsável utiliza um pequeno laser que aumenta a temperatura e destrói os vasos.

Vasinhos

No caso da escleroterapia com espuma, o procedimento é indicado para o tratamento de varizes grossas. O médico realiza a injeção de uma espuma de dióxido de carbono, que irrita a variz e suaviza os sinais na pele.

É importante que um médico avalie cada caso de forma individual. Dessa forma, é possível determinar o grau e a profundidade dos vasinhos. Em seguida, o profissional pode indicar o tratamento mais seguro e adequado.

Perguntas frequentes

Vasinhos

• Quais os efeitos colaterais da escleroterapia?

A realização da escleroterapia pode ocasionar alguns efeitos colaterais nos pacientes. Entre eles, destacam-se: sensação de queimação no local após a injeção, formação de pequenas bolhas, manchas e hematomas que logo desaparecem.

• Quando a escleroterapia não é indicada?

Vasinhos

A escleroterapia pode não ser indicada para gestantes e lactantes, pessoas com diabetes não controlada, pacientes com antecedentes alérgicos, pacientes com doenças arteriais periféricas, insuficiência renal, hepática, cardíaca, entre outros.

Além disso, pacientes que apresentem infecções locais, sistêmicas ou trombofilia também devem ficar atentos sobre os riscos que os tratamentos podem oferecer ao organismo.

Desse modo, é fundamental que um profissional especializado seja consultado antes da realização de qualquer tipo de tratamento contra o surgimento de vasinhos na perna.

• É possível prevenir o aparecimento de vasinhos na perna?

Vasinhos

Algumas práticas podem evitar o surgimento desse problema. A prática de exercícios físicos, por exemplo, é recomendada para manter a circulação sanguínea ativa, evitando a ocorrência de vasinhos.

• Varizes e vasinhos na perna são a mesma coisa?

Não. É comum que haja confusão entre as duas condições. No entanto, é importante conhecer as suas diferenças e quais os tratamentos adequados para cada caso em particular.

Os vasinhos na perna são capilares dilatados que ficam localizados em uma camada superficial. Esses capilares são bem finos e aparecem agrupados. De coloração avermelhada ou arroxeada, os vasinhos não causam dor.

No caso das varizes, a principal causa da dilatação das veias é o comprometimento no fluxo de sangue que é mandado de volta ao coração. As varizes são grossas, azuladas ou esverdeadas, causam dores e inchaços.

• Vasinhos na perna aparecem apenas em pessoas mais velhas?

Não. Pessoas mais velhas são mais propensas a desenvolverem o problema. No entanto, os primeiros sinais de vasinhos na perna podem ser notados durante a juventude.

O fator hereditário, por exemplo, pode contribuir para que pessoas mais novas desenvolvam o problema. É importante lembrar que quanto mais cedo os vasinhos forem detectados, mais fácil é o tratamento.

• Apenas mulheres desenvolvem vasinhos?

Não. Os vasinhos na perna podem surgir tanto em homens quanto em mulheres em diferentes fases da vida. Apesar disso, questões hormonais contribuem para as mulheres sejam a maioria dos casos.

• Depilação com cera quente causa vasinhos na perna? 

Até o momento não foi observada nenhuma relação entre a prática de depilação com cera quente com o surgimento de vasinhos e varizes. Os vasinhos na perna são resultado da herança genética e problemas de circulação.

• Vasinhos nas pernas doem?

Não, os vasinhos na perna não costuma ocasionar dor nas pessoas. A principal queixa entre quem sofre com esse problema está relacionada à estética das pernas, onde ficam visíveis os ramos coloridos.

• Ficar muito tempo parado contribui para o desenvolvimento dos vasinhos?

Sim, contribui. Pessoas que possuem herança familiar podem desenvolver vasinhos na perna quando ficam muito tempo paradas, em pé ou sentadas. A movimentação das pernas é importante para estimular a circulação.

• Qual o profissional indicado para o tratamento dos vasinhos?

O tratamento conhecido como secagem de vasinhos pode ser realizado por um médico angiologista. É importante que um profissional qualificado e experiente acompanhe o tratamento para evitar possíveis riscos aos pacientes.

• Os vasinhos nas pernas são prejudiciais à saúde?

A maior parte dos casos de vasinhos na perna não oferece riscos à saúde dos pacientes. No entanto, é preciso ficar atento. O aparecimento de vasos na pele pode sugerir a presença de outros problemas, como varizes e rosácea.

• Os vasinhos na perna podem virar varizes?

Não. Em alguns casos, os vasinhos nas pernas podem ser causados devido à presença de varizes. No entanto, os vasinhos não são capazes de crescerem e originarem um problema maior como as varizes.

• A drenagem linfática piora a aparência dos vasinhos?

Não. No entanto, é preciso que o procedimento seja realizado adequadamente. Para que isso seja possível, é preciso que os movimentos sejam suaves, com uma pressão leve e seguindo o trajeto do sistema linfático.

Dessa forma, ocorre uma diminuição no inchaço e na sensação de cansaço nas pernas. Além disso, procedimento pode facilitar e melhora o processo de circulação sanguínea.

• O uso de meias compressivas evita os vasinhos na perna?

Sim. O a utilização de meias de compressão pode evitar a formação de vasinhos na perna. As meias são utilizadas com o objetivo de diminuir o extravasamento de líquido venoso, o que contribui para que o sangue retorne para o coração.

• Salto alto pode causar vasinhos na perna?

Essa afirmação gera certo conflito entre os profissionais especializados. O uso de salto alto pode facilitar que o sangue fique preso na região da panturrilha. No entanto, sapatos retos exigem mais esforço para que os músculos bombeiem sangue para o coração.

Por esse motivo, é preciso manter certo equilíbrio. É possível utilizar sapatos de salto alto ou mais baixos, desde que não haja exageros. Além disso, é recomenda a utilização de sapatos com salto médio, um meio termo.

• Os vasinhos na perna podem voltar?

Sim, podem. O tratamento normalmente atua nas consequências dos vasinhos e não nas causas do problema. Além disso, a genética e outros fatores de risco podem favorecer o desenvolvimento dos vasinhos.

• A cor da pele favorece o surgimento dos vasinhos na perna?

As peles muito claras sofrem mais com os vasinhos. Isso acontece porque existe um caráter genético observado em famílias com a pele mais branca. Além disso, a coloração favorece a visualização dos vasinhos.

• O uso de cremes e pomadas suaviza o aspecto dos vasinhos na perna?

O uso de cremes, gel, loções e pomadas pode ajudar no tratamento e no alívio dos sintomas ocasionados pela presença de varizes e vasinhos na perna. No entanto, esses produtos não atuam na causa e no tratamento do problema.

• Por que o tratamento de varizes é feito pelo angiologista?

O angiologista é o profissional responsável pelo cuidado com vasos que compõem o sistema circulatório. Esses vasos incluem as artérias, as veias e o sistema linfático.

Essas estruturas possuem um papel fundamental para o bom funcionamento do organismo. Os vasos sanguíneos, por exemplo, transportam o sangue para todos os tecidos, órgãos e membros do corpo.

Por esse motivo, qualquer problema que afete as veias e a circulação sanguínea do corpo deve ser diagnóstico, tratado e acompanhado por um médico especializado em angiologia.

• Quais os riscos de realizar tratamento contra vasinhos na perna sem o devido acompanhamento médico?

A aplicação da escleroterapia pode ser realizada por profissionais que não sejam médicos. Apesar disso, um acompanhamento especializado é fundamental durante o diagnóstico e o tratamento do problema.

Caso o procedimento não seja realizado de forma adequada, além de não oferecer os resultados esperados pode representar sérios riscos à saúde dos pacientes submetidos ao tratamento.

Entre os principais riscos relacionados à aplicação inadequada do tratamento, é possível destacar: trombose, embolia pulmonar, gangrena, infecções e reações alérgicas graves.

• Grávidas podem realizar tratamento contra vasinhos?

Os produtos utilizados durante o tratamento contra vasinhos na perna não possuem estudos conclusivos sobre a segurança durante a gestação. Por esse motivo, a aplicação da escleroterapia não é indicada durante a gravidez.

• O uso de anticoncepcionais pode ocasionar o surgimento de vasinhos na perna?

Os anticoncepcionais são compostos de hormônios que podem enfraquecer as paredes dos capilares venosos. Esse enfraquecimento pode levar ao aparecimento dos vasos.

No entanto, é preciso consultar um médico para que ele determine as principais causas para o desenvolvimento dos vasinhos nas pernas e indicar as melhores formas de tratamento para cada pessoa.

• Reposição hormonal pode ocasionar vasinhos na perna?

Assim como o consumo de anticoncepcionais, a reposição hormonal é um tratamento que aumenta a quantidade de hormônios circulando dentro do organismo dos pacientes.

Esse aumento na quantidade de hormônios também contribui para que as paredes dos capilares venosos enfraqueçam e resultem na dilatação das veias, formando os vasinhos.






ATENDIMENTO ON-LINE LIGUE AGORALIGUE AGORA 41 3026.2626
AGENDE SUA AVALIAÇÃO GRÁTIS

Agende sua Avaliação Grátis e saiba mais sobre estes e outros tratamentos de Estética Avançada Vitaclin.



RECEBA NOSSAS NOVIDADES E OFERTAS


Receba nossas
novidades e ofertas




MAIS BUSCADOS

Limpeza de pele por hidrossucção
Toxina Botulínica
Peeling de Ácido Retinóico
Celulite
Acne
Depilação a Laser
Gordura na axila
Carboxiterapia

MAIS ACESSADOS

Vita Lipo
Preenchimento com Ácido...
Estrias
Calvície
Peeling medios
Rugas
Luz Pulsada
Escleroterapia

PROCEDIMENTOS

Estética Facial
Estética Corporal
Spa/Massagem
Depilação a laser

INSTITUCIONAL

Sobre Nós
Fale Conosco

AVALIAÇÃO GRATUITA

41 3026.2626
41 98777.0003

Av Sete de Setembro, 5881 Batel, Curitiba - PR