CARBOXITERAPIA - VITACLIN

Carboxiterapia

VitaclinEstética FacialCarboxiterapia

Carboxiterapia

Carboxiterapia - Celulite - Gordura - Estrias - Papada - Olheiras - TODAS as regiões possíveis

Carboxiterapia em Curitiba - Saiba tudo na Vitaclin - 23 anos de mercado 

Informações gerais sobre a carboxiterapia:

Você já ouviu falar da carboxiterapia? Esse é um tratamento que usa de gás dióxido de carbono (CO2) para tratar problemas como a celulite, estrias e gordura localizada, que são muito comuns - especialmente entre as mulheres.

Porém, além disso, ele também pode solucionar outros pontos de desconforto corporal, como cicatrizes, fibroses e problemas advindos de má circulação, como as olheiras.

Problemas como as estrias, as fibroses e as cicatrizes ocorrem em áreas que sofreram danos em seu colágeno, devido ao alongamento.

O tratamento desses problemas de pele tem sido desafiador - e várias modalidades para solucioná-los foram estudadas.

Embora se acredite, de forma geral, que esses problemas sejam o resultado da ruptura e da quebra do colágeno, até recentemente poucos tratamentos tinham como alvo a melhora das estruturas da pele, como faz a carboxiterapia.

Carboxiterapia

Para quais tipos de pele a Carboxiterpia é seguro?

 Ela é um dos únicos tratamentos disponíveis que repara visivelmente o colágeno danificado e que, além disso, é seguro para todos os tipos de pele.

O que a carboxiterapia faz?

Ela causa a formação de um novo colágeno e posteriormente engrossa a pele, para melhorar a sua aparência e para reconstruir a matriz de colágeno.

Uma vez que, até recentemente, poucos tratamentos eram realmente direcionados à causa raiz da formação de celulites, estrias e até mesmo fibroses, a carboxiterapia está se tornando cada dia mais famosa.

Por que Carboxiterapia e não laser?

As opções que usam laser, por exemplo, não são completamente seguras para indivíduos com tons de pele mais escuros.

Saiba tudo sobre a carboxiterapia e conte com essa opção de tratamento para melhorar sua autoestima! Abaixo, confira alguns dos efeitos de contar com esse procedimento:

Carboxiterapia para celulite

Carboxiterapia

Celulite refere-se a protuberâncias de gordura, principalmente, nas coxas e nádegas, que estão presentes na grande maioria da população feminina normal.

Existem muitas razões pelas quais a maioria das mulheres tem predisposição para a celulite, enquanto essa condição é muito mais rara nos homens.

Para começar, a estrutura subjacente da pele é diferente nos homens quando comparada à das mulheres.

A pele masculina tende a ser mais espessa e os seus septos fibrosos apresentam forte reticulação do tecido conjuntivo.

As mulheres, por outro lado, têm uma pele mais fina e não apresentam essa reticulação.

 Além disso, as mulheres têm mais camadas de gordura do que os homens - e essas camadas subcutâneas são reguladas por hormônios, não respondendo diretamente a dietas e exercícios.

 O hormônio feminino chamado de estrogênio faz com que essas células armazenem gordura, enquanto o hormônio masculino, a testosterona, estimula as células a quebrar a gordura.

 Assim, as mulheres são geneticamente superiores em armazenar energia na forma de gordura, especialmente para fornecer energia durante a gravidez.

 Mulheres também têm uma porcentagem maior de gordura corporal nas áreas das coxas, quadris e abdômen, o que pode piorar esse quadro.

 Diretamente abaixo da camada de gordura, há uma camada de tecido conjuntivo composto de colágeno, que é o chamado “septo fibroso” acima citado.

 Quando os septos fibrosos são danificados, as células adiposas subcutâneas são empurradas pelas regiões danificadas.

 Elas também são espremidas em pequenas protuberâncias que dão à pele a aparência de "enrugada" ou de ter "covinhas", que é a celulite.

 O que as mulheres têm feito para combater a celulite ao longo dos anos. 

As mulheres tentaram inúmeras terapias para eliminar a celulite ao longo dos anos, incluindo vários cremes, remédios, massagem de drenagem linfática, etc. Tudo isso pode ajudar sim.  

Porém, o que mais ouvimos aqui na Vitaclin é que são baixas as taxas sucesso desses protocolos, porque nenhuma dessas terapias corrige os problemas fisiológicos relacionados à má circulação e aos septos de colágeno danificados. 

Conforme dito, uma das únicas terapias que se mostrou promissora para eliminar esse problema difícil foi a carboxiterapia

Origem da carboxiterapia no Brasil:

Carboxiterapia

A carboxiterapia é desde sua origem usada para fins estéticos no Brasil para esculpir depósitos de gordura residuais de pós-lipoaspiração acima dos joelhos. 

Isso acontece porque estudos histológicos demostraram que as células de gordura são rompidas pelo gás CO2, deixando as estruturas e nervos remanescentes da pele intactos. 

A remodelação do colágeno também foi comprovada através desse tratamento, assim como o espessamento e a suavização da pele sobrejacente. 

É por isso que a carboxiterapia é uma excelente opção de tratamento para mulheres que desejam se livrar de vez das celulites – ou pelo menos suavizá-las intensamente. 

Carboxiterapia para olheiras escuras 

 Carboxiterapia

A carboxiterapia também pode melhorar drasticamente também a aparência das olheiras escuras. 

Embora às vezes elas sejam causadas por pigmentos escurecidos ou uma depressão oca abaixo das pálpebras inferiores, chamada de deformação da cavidade, a maioria das olheiras escuras são causadas por má circulação sob as pálpebras inferiores. 

Especialistas, sabendo disso, projetaram e conduziram estudos usando a carboxiterapia para rejuvenescer a região dos olhos - e concluíram sua eficiência

Foi descoberto que, ao injetar uma pequena quantidade de gás dióxido de carbono logo abaixo da pele da pálpebra inferior, a circulação aumentava e as olheiras escuras eram amplamente melhoradas. 

O tratamento leva poucos minutos para ser concluído e é praticamente indolor e de baixo riscos. Um pacote de 2 a 6 tratamentos espaçados é suficiente para alcançar um ótimo resultado. 

Carboxiterapia como tratamento para remoção de estrias 

Carboxiterapia

No tratamento para remoção de estrias, a prevenção também é fundamental. A carboxiterapia, nesse caso, atua tanto no combate às estrias já formadas como também é um excelente auxílio para uma prevenção prévia

Assim, nos casos em que há uma tendência a sofrer alterações de peso, na puberdade, na gravidez, ao usar corticosteroides, etc., é preciso se concentrar na prevenção das estrias

Para isso, devem ser seguidas diretrizes sobre hábitos saudáveis ??de dieta, complementos nutricionais e mais pontos a serem combinados com o tratamento. 

Todos os outros problemas acima citados também podem ser tratados através da carboxiterapia e você pode obter recomendações precisas sobre cada um deles falando com um especialista no assunto. 

Sobre o tratamento da carboxiterapia

Conforme dito, a carboxiterapia - ou a terapia com dióxido de carbono - é um tratamento em que o gás dióxido de carbono (CO2) é administrado por via cutânea e subcutânea. 

Além dos problemas acima citados, ela é uma das melhores terapias para tratar excessos de gordura, flacidez e insuficiência venosa. Ela também serve como um tratamento pré e pós-lipoescultura, para evitar fibroses

Para fazer isso, a carboxiterapia tira proveito de um princípio fisiológico conhecido como descarga de oxigênio.

O procedimento em si 

Carboxiterapia

O dióxido de carbono está naturalmente presente em nossos corpos e é essencial para os processos vitais de animais e plantas.

 Existem muitos tipos de células que compõem o corpo humano - células do coração, células cerebrais, células da pele ... entre outras.

Embora elas possam ter trabalhos muito diferentes a serem executados, todas absorvem o oxigênio que inspiramos e o queima para gerar energia, liberando dióxido de carbono como um resíduo.

Você já reparou que, se o suprimento de sangue for cortado de uma parte de seu corpo, ela ficará com um tom de violeta?

O que você está realmente vendo é o acúmulo de sangue desoxigenado. Mas você sabe por que isso acontece? A cada inspiração, respiramos oxigênio para os pulmões.

Esse oxigênio é captado pelos glóbulos vermelhos dos minúsculos vasos sanguíneos dos pulmões. Cada glóbulo vermelho tem espaço para exatamente quatro moléculas de oxigênio.

Os glóbulos vermelhos, carregados de oxigênio, são transportados dos pulmões através de pequenos vasos sanguíneos que levam ao coração.

O coração bate, forçando o sangue para dentro das artérias, para que os glóbulos vermelhos possam transportar sua carga rica em oxigênio para as células do corpo.

Quando os glóbulos vermelhos encontram uma área com alto nível de dióxido de carbono, o produto residual do metabolismo celular, eles começam a trabalhar mais rapidamente.

Assim, o oxigênio é liberado para os tecidos necessitados com mais eficiência - e o dióxido de carbono é captado pelas células vermelhas do sangue - agora vazias.

Em seguida, o dióxido de carbono é transportado de volta aos pulmões - e o expiramos para nos livrar dele, reiniciando o ciclo.

As terapias com dióxido de carbono simulam esse ciclo em nossa pele – trazendo os resultados de melhora bastante rápidos para quem aposta nelas.

Elas existem desde a década de 1930, quando os cardiologistas franceses que trabalhavam nos spas reais da França notaram que certos pacientes que tomavam banho com mais frequência em piscinas com altos níveis de dióxido de carbono tinham tempos de recuperação mais rápidos. 

Carboxiterapia

Hoje, sabemos que o dióxido de carbono tem propriedades medicamente benéficas, pois ele ajuda a dilatar os vasos sanguíneos, o que, por sua vez, leva a uma diminuição da pressão sanguínea e a um melhor fluxo de sangue saturado de oxigênio pelo corpo.

Em suma, o tratamento de carboxiterapia é baseado em "enganar" o corpo para aumentar sua captação de oxigênio e forçar os glóbulos vermelhos a descarregar oxigênio nas áreas injetadas tratadas.

A carboxiterapia pode ajudá-lo com: 

        Olheiras escuras;

        Bolsas sob os olhos;

        Estrias;

        Cicatrizes;

        Cicatrizes de acne;

        Celulite;

      Gordura localizada.

Isso ocorre porque o dióxido de carbono é amplamente utilizado na indústria estética para estimular o fluxo de circulação sanguínea e oxigenação nas células.

Ele dilata os vasos sanguíneos, melhora a textura e a qualidade da pele, restaura a sua elasticidade e reduz as células adiposas.

Pequenas doses de dióxido de carbono melhoram a rede capilar do tecido da pele, estimulando o fluxo da circulação sanguínea e a formação de colágeno nas células, melhorando também a sua espessura.

A carboxiterapia também estimula o coração humano a bombear mais oxigênio através dos vasos sanguíneos para reduzir a presença de dióxido de carbono, conforme explicado acima.

Este processo aumenta os níveis de oxigênio na corrente sanguínea e as células desgastadas são substituídas por novas. Então, o rejuvenescimento da pele ocorre.

Confira agora quais são as perguntas mais frequentes feitas em relação a esse tratamento, garantindo um bom resumo sobre suas funcionalidades.

Perguntas frequentes

• O que é carboxiterapia? 

A carboxiterapia é aplicada como um tratamento usando dióxido de carbono, sendo uma técnica que está no mercado há anos demonstrando sua eficácia.

Em alguns casos, a carboxiterapia deve ser combinada com outras técnicas, como diretrizes de saúde, que aprimoram seus efeitos para solucionar os mais diversos problemas referentes à derme.

• Quais são os usos clínicos da carboxiterapia? 

A carboxiterapia é usada para o tratamento de olheiras escuras, estrias, redução de celulite, escultura não cirúrgica de gordura no rosto e no corpo, fibroses, cicatrizes diversas e muito mais.

• Como a carboxiterapia age? 

A carboxiterapia é um método minimamente invasivo que envolve a aplicação de dióxido de carbono (CO2) por via subcutânea através de pequenas infiltrações na pele.

Com essa técnica, a vasodilatação é obtida junto com a oxigenação tecidual, que estimula a microcirculação e a oxidação dos ácidos graxos que atuam nos tecidos.

• De quantas sessões de carboxiterapia eu preciso para obter resultados? 

O número de sessões de carboxiterapia necessárias para remover ou eliminar problemas na pele varia de acordo com o caso.

Também é analisado se ele é realizado como uma monoterapia ou em combinação com outras técnicas, como o laser CO2 fracionado ou a radiofrequência.

Normalmente, é comum realizar de 5 a 10 sessões. Um ou dois tratamentos por semana são realizados, porém, essa quantia pode ser alterada. 

• Esse tratamento é seguro?  

A carboxiterapia é um tratamento muito seguro e os seus efeitos colaterais são apenas pequenos desconfortos na área de aplicação, além de uma ligeira vermelhidão que dura alguns minutos.

Também é possível que algum hematoma apareça após a punção (dependendo da sensibilidade da pele de cada pessoa), mas ele desaparecerá em alguns dias.

• A carboxiterapia pode ser complementada com outros métodos? 

Algumas vezes, uma vez concluída a sessão de carboxiterapia, ela pode ser complementada com outra técnica, como o laser fracionado ou a radiofrequência.

Isso pode ser feito para aumentar a difusão de gás para os tecidos adjacentes e para aumentar seus benefícios, ativando ainda mais a formação de

colágeno e de fibras elásticas.

• A carboxiterapia é dolorosa? 

Dependendo da área do corpo que está sendo tratada, você pode sentir um leve desconforto, pressão ou uma sensação de picada à medida que o gás entra na pele.

Se você sentir que está doendo um pouco demais, pode ser aplicado um anestésico tópico em sua pele para entorpecer a área. Fale com o profissional em questão sobre suas preocupações. 

• Que tipos de riscos podem ocorrer com a carboxiterapia? 

Não há riscos conhecidos associados à carboxiterapia. Este tratamento tem sido um procedimento seguro por muitos anos.

Além dos efeitos acima citados, você pode sentir uma sensação de calor na área tratada, o que resulta em uma melhor circulação e deve durar até 24 horas. 

• Como é aplicada a carboxiterapia? 

A carboxiterapia requer o uso de uma agulha muito pequena e, como em qualquer injeção, há um pequeno risco de hematomas e sensibilidade no local da injeção. Isso é comum e pode durar alguns dias. 

• Será preciso contar com algum tempo de inatividade? 

Na maior parte dos casos não, você deve poder voltar ao trabalho e retomar suas atividades normais logo após o tratamento. Essa e mais dúvidas podem ser tiradas junto a um especialista no assunto.  

Carboxiterapia Facial 

Carboxiterapia

A carboxiterapia facial é um tratamento estético à base de CO2 (Dióxido de Carbono, também conhecido como gás carbônico). O gás usado para realizar o procedimento é bem diferente daquele emitido pelos escapamentos, então pode ficar tranquila! O CO2 utilizado tem uma pureza de praticamente 100%.

O gás é injetado na derme por uma agulha extremamente fina para que o gás estimule o sistema circulatório, ou seja, a circulação sanguínea. Consequentemente ocorre a oxigenação da região aplicada, proporcionando a eliminação de toxinas presentes no sistema circulatório.

Mas, afinal, o que isso implica? Ocorre a renovação celular de forma muito eficiente, assim como a síntese da elastina e do colágeno, duas substâncias responsáveis pela firmeza e tonificação da pele.

Carboxiterapia facial – saiba mais

De forma bem clara: a carboxiterapia facial tem como propósito o rejuvenescimento facial, estimulando a produção de colágeno e elastina. Proporciona à pele um toque aveludado, macio e com ar de saúde.

Mas isso não é tudo: a carboxiterapia facial, além de combater a flacidez, combate diretamente as rugas e os sinais de expressão (os dois grandes vilões estéticos do rosto).

• O que causam as rugas e flacidez da pele

Antes de falarmos mais sobre o tratamento com carboxiterapia facial, vamos entender quais são as principais causas precursoras da flacidez e das rugas. Veja bem, há duas coisas que estão fora do nosso controle: a genética e a idade.

Quanto mais velhos, mais rugas iremos ter, quanto a isso não há dúvidas. Sobre a genética, algumas pessoas tem maior propensão a desenvolverem os sinais.

Em contrapartida, tanto as rugas quanto a flacidez tem fatores influenciados pelos nossos hábitos diários, os quais são: alimentação, horas de sono, exposição ao sol, frequência de exercícios físicos, nível de consumo de álcool, consumo de cigarro, níveis de estresse e cuidados com a pele.

Se você é uma pessoa que dorme pouco, alimenta-se mal, fuma e bebe com frequência, fica exposto ao sol sem usar protetor solar, tem altos níveis de estresse, não pratica exercícios físicos e não toma os devidos cuidados com a pele, pode ter certeza de que terá muitas rugas.

Há pessoas de 35 anos com cara 50, enquanto há pessoas de 50 anos com cara de 35. Retardar o envelhecimento é, sim, possível e não é necessário apelar para cirurgias plásticas para isso. 

• Tratamentos para flacidez e rugas 

Hoje em dia, raras são as pessoas que chegam ao ponto de fazer cirurgias plásticas. Apesar de eficientes, com resultados imediatos e duradouros, é um procedimento muito invasivo e os resultados podem ser insatisfatórios.

A área de estética dermatológica tem se desenvolvido a cada dia e, hoje, conta com recursos realmente incríveis. A realização de alguns procedimentos estéticos (que não são invasivos ou caros quanto as cirurgias) e o uso de bons cremes já resultam em uma pele bonita e saudável. 

• Como prevenir 

Observando os fatores que influenciam no aparecimento de rugas e flacidez, já é possível ter uma base do que pode ser feito para manter uma pele jovem. Antes de pensar em procedimentos estéticos, mantenha um estilo de vida saudável.

Primeiramente, vamos falar de algo muito importante à pele: alimentação. Busque uma alimentação saudável e variada, além de SEMPRE se manter hidratado. Evite ao máximo: comidas industrializadas, gordurosas e cheias de sal ou açúcar.

Sobre as horas de sono, tente dormir entre 7 a 8 horas, além de proporcionar mais disposição, sua pele terá tempo para descansar. Passar protetor é OBRIGATÓRIO, nunca se esqueça disso. Passe protetor duas vezes ao dia (de FPS 30, no mínimo) e não se exponha aos horários de sol intenso.

Manter a pele limpa e hidratada também é fundamental. Não se esqueça de limpar a pele ao acordar e antes de dormir, sempre com produtos formulados para o rosto. Aplique cremes hidratantes antes de dormir. 

Sobre o tratamento com Carboxiterapia

• Como funciona o tratamento com Carboxiterapia Facial?

O colágeno é uma das principais substâncias que mantêm a pele firme, aveludada e, claro, sem rugas ou flacidez. De forma geral, todo o processo de carboxiterapia facial ocorre para adensar e alinhar as fibras de colágeno.

Ou seja, há o efeito de regeneração dessas fibras e, consequentemente, nossa pele começa a ser rejuvenescida.

• Quais são as contraindicações?

O método de carboxiterapia facial não é muito invasivo, como já dissemos, mas caso você se encaixe em uma das classes abaixo, é melhor passar por um bom médico antes de realizar o procedimento:

o   Se tiver casos de epilepsia;

o   Caso apresente distúrbios de coagulação;

o   Tenha insuficiência respiratória;

o   Estiver grávida ou amamentando;

o   Caso tenha quadro de Hipertensão;

o   Seja diabético;

o   Tenha trombose arterial. 

• Áreas onde a Carboxiterapia Facial pode ser aplicada? 

Carboxiterapia

É imprescindível que seja feita uma consulta com um especialista na área, pois ele lhe dirá onde a aplicação de carboxiterapia facial poderá ser realizada.

Mas, de forma geral, os pacientes aplicam na região da testa, olhos, bocas e até mesmo pescoço. Aplicações para retirar os popularmente chamados de Bigode Chinês (na região dos lábios) e Pé de Galinha (na região dos olhos) são muito comuns. 

• Quais são os riscos? 

Os riscos da carboxiterapia facial estão mais relacionados a como o procedimento é realizado do que a algum tipo de reação do produto em si. Considerando que o CO2 é algo presente em nosso corpo naturalmente, reações alérgicas e afins não estão na lista de risco.

O ideal é que você realize procedimentos estéticos (não apenas a carboxiterapia facial, mas todos os outros) por pessoas qualificadas e experientes.

Sempre procure avaliar pacientes antigos e cheque a opinião que estes têm do profissional. 

• Duração dos tratamentos? 

A duração do tratamento é variável e depende de alguns fatores: quais serão os seus hábitos depois do procedimento (questões de uso de protetor solar, alimentação, rotina se skin care, etc.), o nível de flacidez e rugas de expressão que você possui e a reação do seu próprio organismo.

Em média, o procedimento dura de 6 a 8 meses, mas esse tempo pode ser maior ? e muito maior ? de acordo com os fatores já citados nesse artigo. 

Perguntas Frequentes

• Quais são alguns usos clínicos da carboxiterapia?

A carboxiterapia é usada para o tratamento de olheiras escuras, estrias, sinais da idade e escultura não cirúrgica de gordura no rosto.

• Quais áreas do corpo podem ser tratadas com carboxiterapia facial?

A carboxiterapia facial pode ser usada para tratar as pálpebras, rosto e pescoço.

• Que outros benefícios ocorrem com a carboxiterapia?

Além de aumentar o fluxo sanguíneo oxigenado para a região injetada, a carboxiterapia também aumenta a formação de colágeno na pele, proporcionando uma aparência mais jovem.

• Como a carboxiterapia funciona para olheiras escuras?

Uma das principais causas de olheiras escuras é o agrupamento vascular. A rede capilar das pálpebras inferiores pode ficar congestionada por vários motivos.

Normalmente há um fluxo de sangue constante que ocorre nas pálpebras e nariz, mas se houver alguma obstrução devido a congestão nasal crônica causada por alergias sazonais, fratura nasal anterior ou desvio de septo, a drenagem não funciona bem e o fluxo sanguíneo para o nariz e pálpebras inferiores ficam lentas, dando origem ao tom azul conhecido.

A falta de oxigenação apropriada na pele das pálpebras inferiores permite que o tom azulado apareça através da fina pele das pálpebras. A carboxiterapia trabalha para melhorar a rede capilar das pálpebras inferiores, bem como para aumentar a camada dérmica de colágeno na pele da pálpebra inferior.

Ao injetar uma pequena quantidade de gás dióxido de carbono nas áreas afetadas, o fluxo sanguíneo aumenta e redes capilares aprimoradas são formadas para benefício circulatório mais duradouro.

O tom azulado é então substituído por um tom rosa saudável. Quando uma série de tratamentos é concluída, a pele tem uma aparência mais luminosa que dura aproximadamente seis meses.

• Como a carboxiterapia funciona para estrias?

As estrias (estrias distensas) ocorrem quando a pele é esticada até o ponto em que o colágeno dérmico se rompe. A carboxiterapia causa a formação de novo colágeno e posteriormente engrossa a pele para melhorar a aparência das estrias, reconstruindo a matriz de colágeno.

• Como a carboxiterapia funciona para a redução de gordura?

Quando injetado através de uma técnica específica, o gás dióxido de carbono é diretamente tóxico para as células adiposas. As células adiposas literalmente estouram e são eliminadas pelo organismo.

• Como é administrado o tratamento com carboxiterapia?

Existem várias máquinas usadas para administrar o gás dióxido de carbono, mas os componentes básicos são os mesmos. Existe um tanque de gás dióxido de carbono conectado por um tubo de plástico a um regulador de fluxo.

O regulador de fluxo diminui a velocidade do gás de acordo com a taxa selecionada pelo médico.

O gás emerge do regulador de fluxo em uma tubulação estéril que possui um filtro conectado na saída para remover quaisquer impurezas vestigiais antes de o gás passar por uma agulha minúscula presa ao lado oposto do filtro.

Agora o gás puro está pronto para ser injetado sob a pele através da pequena agulha. 

• Como é a carboxiterapia?

A carboxiterapia não dói; apenas proporciona certo incomodo. Devido às diferenças nas técnicas usadas para tratar as pálpebras, estrias, sinais da idade e depósitos de gordura, a sensação é um pouco diferente dependendo do que realmente está sendo tratado.

Normalmente é usado creme anestésico para os pacientes para diminuir qualquer desconforto associado à picada de agulha.  Ao tratar as pálpebras, elas ficarão inchadas, mas isso diminuirá quando o gás for absorvido.

As áreas ficarão quentes e formigam por até 24 horas após o tratamento, à medida que a circulação para a área for melhorada.

• Quantos tratamentos vou precisar?

Isso depende da gravidade do problema que está sendo tratado. Geralmente, seis a doze tratamentos espaçados uma semana produz um excelente resultado.

• Existem efeitos colaterais associados à carboxiterapia?

O único efeito colateral possível da carboxiterapia é o potencial de uma contusão no local da injeção. Geralmente, as pálpebras podem ser tratadas sem deixar marcas, tornando-o um procedimento "sem tempo de inatividade".

• Existe algum risco associado à carboxiterapia?

O dióxido de carbono é usado na medicina há várias décadas. Inicialmente usado para ajudar pessoas com insuficiência venosa.

O dióxido de carbono também está sendo injetado diretamente na corrente sanguínea por cardiologistas para certos procedimentos diagnósticos e terapêuticos. 

Desde o momento em que se constatou que o gás injetado sob a pele tem um efeito benéfico em sua condição e aparência, era apenas uma questão de tempo antes de começar a ser utilizado no campo da cosmetologia.

Não há riscos conhecidos associados à carboxiterapia. A injeção de dióxido de carbono tem sido usada com segurança há anos para facilitar cirurgias endoscópicas do abdômen.

• Quanto tempo dura uma sessão típica de tratamento?

O tratamento médio com carboxiterapia leva aproximadamente de quinze a trinta minutos para ser concluído.

• Todos os tipos de pele podem ser tratados com segurança com Carboxiterapia?

A carboxiterapia facial trata com segurança todos os tipos de pele sem dor significativa ou tempo de inatividade.

Entretanto, a carboxiterapia é contraindicada em caso gangrena; epilepsia; insuficiência cardíaca; insuficiência renal ou hepática; hipertensão grave não controlada ou durante a gravidez.

• Quanto tempo duram os benefícios?

Isso depende de muitos fatores, incluindo alimentação, cuidados com a pele, genética, exposição ao sol, etc. Mas as sessões duram em média de 5 a 6 meses no mínimo.

• Quanto custa a sessão de carboxiterapia?

O preço do tratamento carboxiterapia varia de acordo com o número de sessões e regiões a serem tratadas. O profissional mais indicado para realizar a carboxiterapia é um fisioterapeuta especializado em dermatologia integrativa ou um dermatologista.

• Como escolher uma clínica adequada?

Para assegurar os melhores resultados possíveis é preciso garantir a escolha de profissionais capacitados e de uma clínica de confiança. Observe se são seguidos os padrões de segurança e higiene, se os materiais são descartáveis e se possível, peça a opinião de antigos clientes.

Assim você realiza o procedimento com maior segurança e tem maiores chances de alcançar o resultado sonhado com a carboxiterapia facial.





Fisiologia da Carboxiterapia

O procedimento em si:


O dióxido de carbono está naturalmente presente em nossos corpos e é essencial para os processos vitais de animais e plantas.


Existem muitos tipos de células que compõem o corpo humano - células do coração, células cerebrais, células da pele ... entre outras.


Embora elas possam ter trabalhos muito diferentes a serem executados, todas absorvem o oxigênio que inspiramos e o queima para gerar energia, liberando dióxido de carbono como um resíduo.


Você já reparou que, se o suprimento de sangue for cortado de uma parte de seu corpo, ela ficará com um tom de violeta? O que você está realmente vendo é o acúmulo de sangue desoxigenado. Mas você sabe por que isso acontece? A cada inspiração, respiramos oxigênio para os pulmões.


Esse oxigênio é captado pelos glóbulos vermelhos dos minúsculos vasos sanguíneos dos pulmões.


Cada glóbulo vermelho tem espaço para exatamente quatro moléculas de oxigênio.


Os glóbulos vermelhos, carregados de oxigênio, são transportados dos pulmões através de pequenos vasos sanguíneos que levam ao coração.


O coração bate, forçando o sangue para dentro das artérias, para que os glóbulos vermelhos possam transportar sua carga rica em oxigênio para as células do corpo.


Quando os glóbulos vermelhos encontram uma área com alto nível de dióxido de carbono, o produto residual do metabolismo celular, eles começam a trabalhar mais rapidamente.


Assim, o oxigênio é liberado para os tecidos necessitados com mais eficiência - e o dióxido de carbono é captado pelas células vermelhas do sangue - agora vazias.


Em seguida, o dióxido de carbono é transportado de volta aos pulmões - e o expiramos para nos livrar dele, reiniciando o ciclo.


As terapias com dióxido de carbono simulam esse ciclo em nossa pele – trazendo os resultados de melhora bastante rápidos para quem aposta nelas.


Elas existem desde a década de 1930, quando os cardiologistas franceses que trabalhavam nos spas reais da França notaram que certos pacientes que tomavam banho com mais frequência em piscinas com altos níveis de dióxido de carbono tinham tempos de recuperação mais rápidos.


Hoje, sabemos que o dióxido de carbono tem propriedades medicamente benéficas, pois ele ajuda a dilatar os vasos sanguíneos, o que, por sua vez, leva a uma diminuição da pressão sanguínea e a um melhor fluxo de sangue saturado de oxigênio pelo corpo.


Em suma, o tratamento de carboxiterapia é baseado em "enganar" o corpo para aumentar sua captação de oxigênio e forçar os glóbulos vermelhos a descarregar oxigênio nas áreas injetadas tratadas.


ATENDIMENTO ON-LINE LIGUE AGORALIGUE AGORA 41 3026.2626
AGENDE SUA AVALIAÇÃO GRÁTIS

Agende sua Avaliação Grátis e saiba mais sobre estes e outros tratamentos de Estética Avançada Vitaclin.



RECEBA NOSSAS NOVIDADES E OFERTAS


Receba nossas
novidades e ofertas




MAIS BUSCADOS

Limpeza de pele por hidrossucção
Toxina Botulínica
Peeling de Ácido Retinóico
Celulite
Acne
Depilação a Laser
Gordura na axila
Carboxiterapia

MAIS ACESSADOS

Vita Lipo
Preenchimento com Ácido...
Estrias
Calvície
Peeling medios
Rugas
Luz Pulsada
Escleroterapia

PROCEDIMENTOS

Estética Facial
Estética Corporal
Spa/Massagem
Depilação a laser

INSTITUCIONAL

Sobre Nós
Fale Conosco

AVALIAÇÃO GRATUITA

41 3026.2626
41 98777.0003

Av Sete de Setembro, 5881 Batel, Curitiba - PR